Nos primeiros dias do ano, período marcado por férias, quando, por consequência, muitas pessoas saem de suas cidades, a demanda por testes para detecção de Covid no Laboratório de Análises Clínicas da Uníjui (Unilab), continua a mesma do ano passado, ou seja, aproximadamente mais de 300 por dia.

O aumento começou em meados de Novembro e desde então não diminuiu, mesmo diante do atual período, afirma o chefe do Departamento de Ciências da Vida, professor Matias Nunes Frizzo, que acredita que a alta demanda se deva a segunda onda da pandemia.

Os testes na Unilab acontecem por meio de uma parceria com o Consórcio Intermunicipal de Saúde (Cisa), e são realizados desde junho de 2020, através do método RT-qPCR. O serviço abrange Ijuí e região. Somente no segundo semestre do ano passado foram realizados mais de 10 mil testes. Apesar da alta demanda, os resultados geralmente são entregues aos municípios num prazo de 48 horas.

O Laboratório possui dois setores: um que trabalha no diagnóstico molecular do coronavírus, que é o setor de biologia molecular, e outro que atende pacientes ligados ao Sistema Único de Saúde (SUS), convênios particulares e empresariais, na prestação de exames laboratoriais. Neste segundo setor, a demanda também tem sido alta, o que levou a Universidade a investir na construção de um novo laboratório, mais amplo para atender a população e os próprios alunos.

Para ter mais informações sobre os serviços da Unilab, o contato é (55) 3332-0554. O Laboratório segue atendendo normalmente.

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí/ Sabrina Bertollo