O Coletivo Catarse, por meio do projeto Roda Carijo (www.projetocarijo.com.br), em parceria com o Museu Antropológico Diretor Pestana e com a Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ), promove a realização da circulação do filme Carijo e do evento Carijada, da produção de erva-mate aos moldes tradicional e ancestral indígena Guarani. Em projeto financiado pelo sistema Pró-cultura RS, da Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, será realizado na Associação dos Funcionários da Fidene (Affi), à Rua Guilherme Timm, 1720, bairro Morada do Sol, nos dias 23, 24 e 25 de maio, de forma aberta e pública, todo o processo desse feitio – a colheita da erva-mate, o processamento, a secagem na estrutura chamada carijo, além da moagem em pilão e soque.

“A ideia é garantir uma exposição do processo e a participação do público em todas as etapas, que serão demonstradas no estilo de oficina”, disse Marcelo Cougo, da equipe que já está em Ijuí para divulgação do evento. Ele participou na noite desta quinta-feira de reunião da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo com representantes das entidades tradicionalistas de Ijuí. O encontro realizado no Salão Nobre Farroupilha – na Prefeitura – teve o objetivo de divulgar o evento, bem como tratar acerca da programação da Semana Farroupilha 2017.

 

Durante a reunião, Marcelo explicou sobre o processo e como funcionará a carijada em Ijuí. “Durante a secagem, que ocorre numa das noites, prepara-se uma pequena festa, chamada de Ronda do Carijo, em que se acompanha a secagem com atividades culturais (música, contação de histórias, causos e a confraternização da comunidade ao redor do carijo, etc.) a fim de que a chama do carijo nem se apague nem suba muito ao ponto de que a erva queime por completo, pois esta é a tradição". De acordo com Marcelo, o conhecimento é Guarani, e o processo produtivo é a intersecção com a cultura imigrante que passava a tomar conta do estado a partir do século XVIII.

As atividades estão recebendo apoio também da 36a Coordenadoria Regional de Educação e das Secretarias Municipais de Educação e de Cultura, Esporte e Turismo, que estão viabilizando sessões do filme em escolas da rede de educação de Ijuí. Haverá ainda sessões no próprio Museu e no Galpão Crioulo da AFFI.

 

Programação da Carijada
1º dia (23/05): montagem da infraestrutura
TARDE
OBS: sugere-se que as pessoas que desejem participar das ações da carijada e se disponham a auxiliar nos processos de produção ativamente, que compareçam no local durante a tarde e combinem sua participação com a equipe do Coletivo Catarse
FINAL DA TARDE
- montagem do carijo e estruturas de sapeco e cancheamento

2º dia (24/05): coleta da erva e realização da carijada
MANHÃ
- saída para coleta da erva-mate
TARDE
- retorno ao carijo, preparação da erva para sapeco, realização do sapeco, preparação da erva sapecada para colocação no carijo, colocação da erva no carijo
NOITE/MADRUGADA
- início do fogo e atividades da ronda do carijo, com projeção de filmes e atividades culturais afins (aberto a quem quiser chegar e se expressar, além do que serão convidadas algumas pessoas para auxiliar nas atividades)

3º dia (25/05): cancheamento, soque e mateada
MANHÃ/TARDE
- finalização da carijada, com a retirada da erva do carijo e início do cancheamento e soque (processos de trituração)
- mateada com a erva produzida

Fonte: Prefeitura de Ijui