A cooperação traduzida em gesto de solidariedade e de

acessibilidade a partir da coleta de lacres de latas de alumínio. A

parceria entre a Unimed Noroeste/RS e o Sicredi Alto Uruguai RS/SC se

traduziu mais uma vez na entrega de cadeira de rodas para instituição

que atua na região de Frederico Westphalen, inserida no projeto Eu

Ajudo na Lata, estimulado pelo Sistema Unimed. Nesta edição foi

beneficiada a Associação Hospitalar São José, localizada em Rodeio

Bonito.

A entrega da cadeira de rodas ocorreu nesta quarta-feira, 14, no

auditório da agência do Sicredi do município, durante reunião com

representantes do programa a União Faz a Vida. No total, 41 escolas da

região inseridas no programa se envolveram na arrecadação dos lacres.

A mobilização abrangeu grupos de 25 municípios de atuação da

instituição financeira cooperativa.

O gerente da agência do Sicredi de Rodeio Bonito, Vanderlei

Argenta, destacou que a campanha envolve as comunidades em torno

de um “gesto simples”, porém de grande alcance para aqueles que se

beneficiam com a cadeira de rodas. Pelo Hospital São José

participaram do evento o vice-presidente Moacir Enio Tomasi, o

administrador Osório Valduga e o auxiliar administrativo Marco Antonio

Zini. “A crise enfrentada pelo setor de saúde faz com que seja difícil

até mesmo a compra de uma cadeira de rodas”, resumiu o

administrador.

Pela Unimed Noroeste/RS a entrega da cadeira de rodas foi

realizada pelo assessor de Comunicação Social, jornalista João Luís

Bindé. “A coleta de lacres valoriza a cooperação que marca a atuação

das duas cooperativas. O gesto de recolher os lacres das latas acaba

sempre contagiando familiares e amigos, formando uma corrente que

gera bem-estar a quem precisa através dos equipamentos de

acessibilidade”, reforçou.

Campanha Eu Ajudo na Lata – Estimulada pela Unimed do Brasil

desde 2012, a Campanha Eu Ajudo na Lata busca instigar a

solidariedade, fortalecendo vínculos entre as cooperativas médicas e a

comunidade. Consiste na arrecadação de lacres de latas de alumínio,

que após a comercialização têm o valor revertido na compra de

equipamentos de acessibilidade para instituições assistenciais.

Fonte: UNIMED