Após sete anos de gravações, o filme Cromossomo 21 estreia hoje nos cinemas
de todo Brasil. O filme é dirigido e roteirizado pelo egresso de Publicidade e
Propaganda da Unijuí Alex Duarte e protagonizado pelo egresso de Administração Luís
Fernando Irgang. Para Alex, a estreia, em especial nos cinemas da região de onde
cresceu como Santo Ângelo e São Luiz Gonzaga, faz nascer a sensação de missão
cumprida. “Como autor da obra é um exemplo de que tudo é possível. Para a inclusão
social, o filme tem representado uma grande mudança comportamental e quebrado
crenças negativas sobre o universo da deficiência”, afirma.
O longa-metragem mostra a rotina da jovem Vitória, que na prática é igual a de
todo jovem. No entanto, ela tem medo de perder a pessoa que ama, o namorado Afonso,
por causa do preconceito da família dele. É questionadora, destemida e vai lutar por sua
autonomia e seus ideais. Quem interpreta a protagonista é Adriele Pelentir, uma jovem
com Síndrome de Down.
O protagonista Luís Fernando Irgang relata que “participar do Cromossomo 21
foi uma experiência indescritível, um crescimento muito grande quanto artista, afinal,
foi meu primeiro contato com o cinema, mas sobretudo como pessoa, meu crescimento
foi muito maior. Ter contato, conhecer essas pessoas que passam por dificuldade de
acesso, de locomoção, de acesso a cultura, a lazer, entretenimento, até mesmo emprego
e educação. A gente passa a valorizar a vida, valorizar as pessoas, enxergar as pessoas e
não as diferenças, mas enxergar as pessoas como elas são de verdade aquilo que elas
podem fazer. O Cromossomo 21 tem essa mensagem de acreditar nas pessoas, acreditar
que elas podem ser o que elas quiserem, basta ter igualdade de oportunidade. Participar
disso enquanto artista, emprestar o meu trabalho e a minha arte para transmitir para o
público essa mensagem de amor, de respeito de inclusão de igualdade é algo
sensacional.”
O longa foi exibido no Festival de Gramado em 2016 (Menção Honrosa), prêmio
que veio a somar ao vencer como Filme Destaque no Los Angeles Brazilian Festival e
ao de Melhor Filme (voto popular) no Festival Internacional de Cinema de La Mujer,
em Punta DeLeste.

Fonte: Agência Experimental Usina de Ideias