O programa  tem duração de dois anos nas especialidades clínica médica e cirurgia geral e três anos na especialidade radiologia e diagnóstico por imagem. Nas especialidades cancerologia, ginecologia/obstetrícia e psiquiatria, também a duração é de três anos,  que confere ao médico residente o título de especialista. Na manhã de quinta-feira-feira, dia 1, no auditório da instituição, os 13 novos residentes, aprovados em fevereiro por processo seletivo, foram acolhidos pela diretoria, preceptores e colaboradores do HCI.   

Das 13 vagas, 4 assumiram  na especialidade cirurgia geral:  médicos Alencar Junior Proença de Cascavel-PR, Fernando Weiss Guerra de São Paulo-SP, Laíse Dias Ferreira de Tapejara-RS e Marina da Costa Magalhães de Santa Maria-RS. Na especialidade clínica médica, foram aprovados e assumiram os médicos: Raphael Hemann Palma de Alegrete-RS, Simone Zuchelli de Pato Branco-PR, Stefano Ramos Farias Leite de Patos-PB e Vitor Candido Araújo Guimarães de Nobres-MT.

Na cancerologia, a aprovada é a médica Caroline Kist de Ijuí. Na psiquiatria, quem assumiu foi a médico  Eduardo Meyer Lamb de Cascavel-PR e na especialidade ginecologia e obstetrícia, foram aprovadas as médicas  Bruna Alberton Getelina de Seberi-RS e Thays Mara de Souza de Colorado do Oeste-RO. Por fim na especialidade radiologia e diagnóstico por imagem, assumiu a médica Rosana Ferrazza Zaltron de Santa Rosa.

O presidente do HCI Claudio Matte Martins disse que o segredo da residência médica é o entrosamento com os demais profissionais e colocou toda a estrutura do hospital  à disposição dos novos residentes. “ Estamos nos preparando para o futuro e vocês fazem parte desta mudança. Mesmo com as dificuldades que passam os hospitais filantrópicos, não deixamos de evoluir e a residência médica já está com seis turmas formadas, uma realidade aqui na nossa instituição”, disse o dirigente do HCI.  

Com o ingresso dos novos médicos, a coreme conta com 30 residentes incorporados na rotina do hospital, onde o grupo conta com aulas teóricas, troca de informações com os preceptores, acesso a internet(wireless), biblioteca virtual, alojamento e alimentação. “A pós-graduação do HCI é pioneira na região noroeste e está de acordo com as normas exigidas, onde os residentes passam por treinamento em serviço, com contato direto com pacientes e supervisionados pelos preceptores, ou seja, médicos experientes credenciados pela comissão de residência médica-coreme”, resume o diretor técnico do HCI e preceptor, médico Douglas Uggeri. Prestigiaram a cerimônia, médicos preceptores, colaboradores de diversos setores, vice-presidente Cícero Tremea dos Santos, diretor-executivo Fernando Becker, a gerente de enfermagem Claudia Goergen e a gerente de recursos humanos Elisabete Brandenburg dos Santos.

Fonte: HCI