Na quinta-feira, dia 12 de abril, estiveram reunidos no gabinete do Secretário do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Evandro Fontana, em Porto Alegre, integrantes do Programa Redes de Cooperação/UNIJUÍ; o gerente da AGIT, Luis Juliani, a supervisora do Programa Flávia Fagundes Ferrazza e a consultora Sandra Puhl dos Santos. Juntamente com o vice-presidente da AMUPLAM e prefeito de Ajuricaba, Ivan Chagas, além dos gestores das Redes Integrar e Inova Noroeste.

Durante a reunião, a comitiva esteve acompanhada pelo Diretor de Apoio à Microempresa e Empresa de Pequeno Porte Fabrício Renner e pela técnica Elci Aguirre.

O grupo esteve solicitando a continuidade das ações do Programa Redes de Cooperação por meio da renovação do Convênio nº 004/2016/UNIJUÍ/SDECT, considerando que o mesmo está previsto para encerrar em 01 de junho. Na oportunidade foi entregue um abaixo assinado ao Secretário Fontana, com mais de 100 assinaturas. Manifestaram apoio os onze prefeitos da região Noroeste Colonial, gestores e associados das redes em acompanhamento.

O programa Redes de Cooperação está em operação há mais de 15 anos e tem como objetivo fomentar a cooperação entre empresas, gerar um ambiente estimulador ao empreendedorismo e disponibilizar suporte técnico necessário à formação, consolidação e desenvolvimento das redes.

Desde o início do programa no ano de 2000, nos projetos coordenados pela UNIJUI, já foram constituídas mais de 70 redes, envolvendo mais de 1.300 empresas, nas Regiões Alto Jacuí, Fronteira Noroeste, Missões, Planalto Médio e Noroeste Colonial.

Durante o ano de 2017, foi realizado uma pesquisa de avaliação de resultados para identificar a atual situação das Redes acompanhadas pela equipe do Programa. Dentre as muitas dificuldades apontadas pelos empresários, remetem-se justamente a descontinuidade sofrida pelo Programa em alguns períodos, causando enfraquecimento nas atividades das Redes e desmotivando os associados a seguir com o planejamento inicial. Evidenciando o papel do consultor, que além de organizar as atividades da Rede e aplicar as ações previstas na metodologia, também contribui para a motivação dos associados, atuando como um elemento propulsor nestas organizações.

De acordo com Fontana, é preciso mobilizar as diferentes comunidades no sentido de incluir o programa Redes de Cooperação como meta prioritária para a região na Consulta Popular, que será realizada em junho de 2018. Essa seria uma das medidas capaz de aportar liberação de recursos para garantir a continuidade das ações do programa no ano de 2019.

Os gestores das redes que estiveram acompanhando a reunião, assim como o prefeito Ivan Chagas, reafirmaram em suas falas a importância da continuação do programa Redes de Cooperação para o desenvolvimento da região, contribuindo para a geração de emprego, renda e tributos aos municípios.

O Secretário Fontana destacou a importância da expertise e da inovação, aportada pela UNIJUI para o desenvolvimento de iniciativas de micro e pequenas empresas na região e afirmou que nos próximos dias será realizado um estudo orçamentário pela SDECT visando a possibilidade da renovação do Convênio para o segundo semestre de 2018.

Fonte: UNIJUI