Estado é o primeiro do Brasil a ter uma página específica na plataforma digital que compila dados econômicos e sociais, empreendedorismo e ambiente de negócios




 

 

 




Uma informação do tipo “O Rio Grande do Sul possui mais de 590 mil pequenos negócios, o que representa 88% do total de empresas gaúchas”, às vezes, não é fácil de encontrar. Ou ainda: “Os pequenos negócios são responsáveis por 1,2 milhão de empregos formais no Estado, ou seja, 61% dos trabalhadores estão em uma micro e pequena empresa”. Estes são dados que precisam ser pesquisados na internet e demandam tempo, mas, a partir desta sexta-feira, 5 de outubro, o Sebrae RS inaugura uma nova fase para quem procura informações e dados de interesse sobre o mundo dos pequenos negócios. É a plataforma digital DataSebrae, que passa a contar com uma área específica para o Estado. O acesso é livre pelo endereço eletrônicohttp://datasebrae.com.br/rs/.

 

Conforme o gerente de Gestão Estratégica do Sebrae Nacional, Pio Cortizo, o Rio Grande do Sul é o primeiro Estado a ter uma página própria na plataforma DataSebrae, que existe desde 2015. “A expectativa é de que as demais unidades do Sebrae pelo País também disponibilizem seus dados para que a ferramenta cumpra cada vez mais o papel de colaborar com a sociedade, pois, tanto nossos colaboradores, quanto pesquisadores, empreendedores, administradores públicos e imprensa podem buscar informações e dados para fins de planejamento e tomada de decisões”, destaca. 

 

A técnica de Gestão Estratégica no Sebrae RS Andreia Nascimento reforça que a disponibilidade das informações combinada com um sistema de busca fácil ajudará a tomada de decisões de diferentes agentes sociais. “Os dados podem ser acessados por empreendedores, estudantes, integrantes do poder público e outras pessoas interessadas em saber um pouco mais sobre o ambiente dos pequenos negócios no Estado. É uma radiografia com detalhes que estamos disponibilizando na data em que comemoramos o Dia da Micro e Pequena Empresa”, ressalta Andreia.

 

No trabalho realizado foram incluídas informações, como indicadores de perfil das empresas, empregados, PIB, exportações, importações, pesquisas sobre empreendedorismo, sobrevivência de empresas e produção rural, estudo sobre cada um dos 497 municípios gaúchos (já incluída a edição 2018) e outros itens. “Além disso, o DataSebrae dispõe de pesquisa por região, o que pode ajudar pessoas em busca de conhecimento específico a respeito de diversos aspectos de todo o Estado”, complementa.

 

A plataforma compila dados úteis para pessoas que planejam investimentos. “As pesquisas podem ser feitas por temas e a ideia central desse sistema é que ninguém precise mais garimpar a informação entre milhares de páginas e arquivos. Por exemplo, os temas crédito ou inadimplência, quando pesquisados, correspondem a uma base de informações e respostas que o Sebrae coletou ao longo dos anos”, explica a técnica. Outra forma de pesquisa se dá por georreferencia. Isso é possível com um módulo chamado de DataSebrae Locais. Ele gera relatórios com informações sociodemográficas e empresariais de um lugar específico, como um ponto no mapa.




Fonte: SEBRAE RS