O Circuito Nacional Palco Giratório Sesc segue movimentando o cenário cultural do Rio Grande do Sul. Até o dia 25 de novembro, cinco espetáculos circulam por diversos municípios do Estado. São eles: “As Mulheres do Aluá“, do Teatro do Imaginário/ RO; “A Salto Alto – Entre incertezas e extermínios“, do Circo no Ato/ RJ; “Como manter-se vivo?“, assinado por Flávia Pinheiro/ PE; “Farinha com açúcar“, do Coletivo Negro/ SP, e “Animo Festas“, da La Cascata Cia Cômica/ SP.

Quinze cidades gaúchas recebem apresentações: Novo Hamburgo, Montenegro, Lajeado, Alegrete, Santa Maria, Pelotas, Camaquã, Carazinho, Ijuí, Canoas, Santa Rosa, Caxias do Sul, São Leopoldo, Passo Fundo e Erechim. Além disso, diversas oficinas e debates serão oferecidos às comunidades. Neste circuito, estão sendo representados os Estados de Rondônia, Rio de Janeiro, Pernambuco e São Paulo, em gêneros de teatro, circo e dança. Confira, abaixo, a programação completa. Informações sobre ingressos podem ser obtidas junto às Unidades do Sesc/RS que recebem as atrações.

Reconhecido como uma das maiores iniciativas no segmento de artes cênicas do País, o Palco Giratório Sesc é uma rede de intercâmbio e difusão das artes cênicas consolidada no cenário cultural brasileiro. Com uma curadoria formada por profissionais do Sesc, a programação selecionada apresenta anualmente uma amostra importante da produção cênica brasileira. Os espetáculos são apresentados simultaneamente, percorrendo todos os Estados.

Neste ano, a 21ª edição do Circuito Nacional Sesc Palco Giratório conta com 20 grupos de 12 Estados e do Distrito Federal. Com 625 apresentações artísticas e mais de 1.600 horas de oficinas previstas para 2018, o Palco Giratório se consolida como a maior ação do gênero no Brasil. Ao longo deste ano, as atividades têm lugar em 132 cidades de 26 Estados e Distrito Federal, trazendo uma programação caracterizada pela diversidade de expressões, qualidade de espetáculos e ações formativas com grupos das cinco regiões brasileiras. Como sempre, a proposta é destacar questões presentes na contemporaneidade por meio da arte. 

Circuito Nacional Palco Giratório Sesc – Programação:

As Mulheres do Aluá
Teatro do Imaginário / RO 

Santa Maria
Data: 06 de outubro
Horário: 20h
Local: Theatro Treze de Maio – Praça Saldanha Marinho, s/n

Pelotas
Data: 09 de outubro
Horário: 20h
Local: Auditório IFSUL – Praça 20 de Setembro, 455

Camaquã
Data: 10 de outubro
Horário: 20h
Local: Teatro do Sesc Camaquã – R. Marcírio Dias Longarai, 01

Sinopse: Mulheres de diferentes épocas que foram condenadas, num período em que o pensamento-homem é que determinava a condição de cada uma delas. Com histórias marcadas pelas violências e pelas dificuldades enfrentadas em um ambiente hostil e opressor do passado na Amazônia. Uma investigação cênica que coloca em foco a relação de gênero e o universo feminino. Quem são essas mulheres?

A Salto Alto – entre incertezas e extermínios
Circo no Ato / RJ 

Montenegro
Data: 06 de outubro
Horário: 20h
Local: Clube do Comércio, Rua Capitão Cruz, 1600

Oficina
Data: 04 de outubro
Local: Sesc Montenegro – R. Cap. Porfírio, 2205 – Centro

Sinopse: A Salto Alto – Entre gentilezas e extermínios conta a história de sete pessoas que ao terem acesso a uma outra maneira de viver se despem de suas experiências para vestir essa outra realidade. O espetáculo se desenrola a partir desse tensionamento, entre um ambiente formal e refinado e personagens que carregam em sua essência a irreverência de quem tem que reinventar e ressignificar a vida a cada instante. O espetáculo profana a fábula romântica da Cinderela tendo como principal crítica o consumismo desenfreado da nossa sociedade.

Como manter-se vivo?
Flávia Pinheiro / PE 

Canoas 
Data: 16 de outubro
Horário: 20h
Local: Teatro do Sesc Canoas – Av. Guilherme Schell, 5340 – Centro
Atividade de espetáculo seguida por debate

Santa Rosa
Data: 19 de outubro
Horário: 20h
Local: Teatro do Sesc – Rua Concórdia, 114

Alegrete
Data: 21 de outubro
Horário: 20h
Local: Centro Cultural Adão Ortiz Houayek – Praça Oswaldo Aranha, s/n

Santa Maria
Data: 23 de outubro
Horário: 20h
Local: Theatro Treze de Maio – Praça Saldanha Marinho, s/n 

Sinopse: Como manter-se vivo? Investiga a urgência de permanecer em movimento como um procedimento de sobrevivência. Um questionamento de como nos relacionamos com a imaterialidade das relações propostas pelos dispositivos e a certeza da nossa impermanência. Como continuar em movimento?   Como resistir ao desequilíbrio e a instabilidade da existência? Como persistir no tempo? Uma prática circular que por não desistir sucumbe à falha eterna e inerente da matéria. O colapso da própria vida/arte na ausência de uma perspectiva de futuro do fazer/ser em dinâmica em uma conjuntura estática, monitorada, programada….até o dia em que os robots incorporam melhor que nós humanos, a nossa própria humanidade.

Farinha com açúcar
Coletivo Negro / SP 

Canoas
Data: 1º de novembro
Horário: 20h
Endereço: Teatro do Sesc Canoas – Av. Guilherme Schell, 5340 – Centro

São Leopoldo
Data: 03 de novembro
Horário: 18h
Local: Sociedade Orpheu – Rua Brasil, 506

Novo Hamburgo
Data: 05 de novembro
Horário: 20h
Local: Salão de Atos – Universidade Feevale – ERS 239, 2755

Caxias do Sul
Data: 06 de novembro
Local: Teatro Municipal Pedro Parenti – Casa da Cultura – Rua Dr. Montaury, 1333
Horário: 20h 

Passo Fundo
Data: 08 de novembro
Horário: 20h30
Local: Teatro do Sesc – Av. Brasil Centro, 30

Erechim
Data: 10 de novembro
Local: Local a confirmar
Horário: 20h (a confirmar)

Lajeado
Data: 12 de novembro
Local: Teatro do Sesc – R. Silva Jardim, 135
Horário: 20h

Camaquã
Data: 14 de novembro
Local: Teatro do Sesc – R. Marcírio Dias Longarai, 01
Horário: 20h

Sinopse: Na “peça-show”, busca-se uma relação íntima com o público por meio da palavra falada e cantada e, para isso, utiliza-se da construção poética da presença cênica: paisagens sonoras e imagéticas se materializam por meio do ato de contar, expor, celebrar, refletir e dialetizar a experiência de ser homem negro na urbanidade periférica. A obra é também tributária ao legado dos Racionais MC’s. Esta obra rendeu a Jé Oliveira a contemplação no 6ºPrêmio Questão de Crítica em 2017. 

Animo Festas
La Cascata Cia Cômica / SP 

Carazinho
Data: 13 de novembro
Local: Teatro do Sesc – Av. Flores da Cunha 1224
Horário: 19h

Ijuí
Data: 14 de novembro
Local: Teatro do Sesc – R. Crisanto Leite, 202
Horário: 20h

Santa Rosa
Data: 16 de novembro
Local: Teatro do Sesc – R. Concórdia, 114
Horário: 20h30

Alegrete
Data: 18 de novembro
Local: Centro Cultural Adão Ortiz Houayek – Praça Oswaldo Aranha, s/n
Horário: 20h

Alegrete
Oficina 4h
Data: 19 de novembro
Local: Sesc local (Andradas, 71)
Horário:  18h às 22h    

Santa Maria
Data: 21 de novembro
Local: A confirmar
Horário: 20h

Pelotas
Data: 23 de novembro
Local: Auditório IFSUL – Praça 20 de Setembro, 455
Horário: 21h

Camaquã
Data: 25 de novembro
Local: Teatro do Sesc – R. Marcírio Dias Longarai, 01
Horário: 20h

Sinopse: No freak-show Animo Festas, o universo do palhaço é personificado na sombria figura de Klaus, que narra suas memórias no “submundo” de festas infantis. Klaus sobrevive de performances em festas infantis e narra suas memórias no “submundo” desses eventos, ao som de rock, música francesa e trilhas infantis dos anos 1980. O paulistano Marcio Douglas, criador da La Cascata Cia. Cômica, encarna o anti-herói da palhaçaria. Esse freak-show de humor ácido reflete sobre questões como o valor do trabalho artístico, a felicidade e a sobrevivência.

Fonte: SescRS