O estudo publicado na semana passada na revista internacional Chemistry and Biodiversity, revista do Centro de Estudos de Complexidade Biológica dos Estados Unidos, de autoria de Jessica Bandeira Corrêa, egressa do mestrado em Atenção Integral à Saúde, investigou a presença de substancias antioxidantes na casca da aroeira cinzenta (Schinus lentiscifolius Marchand) em diferentes formas de extração. Após identificar a presença de substâncias antioxidantes nos extratos, foi confirmada a capacidade de defesa antioxidante de um dos extratos contra o ataque de radicais livres, defendendo linfócitos (células de defesa imunológica) contra danos oxidativos.

O estudo, orientado pelos professores Thiago Gomes Heck e Ilaine Teresinha Seibel Gehrke e realizado por estudantes e professores integrantes do Grupo em Pesquisa em Fisiologia da UNIJUI (www.gpef-unijui.com), contou ainda com apoio internacional, do pesquisador da Universidade de La Fronteira do Chile, professor Cledir Santos, e sua equipe. O estudo divulgou, ainda, a influência dos extratos dessa planta nas respostas de defesas celulares em linfócitos, abrindo portas para novas pesquisas interdisciplinares sobre o potencial de uso terapêutico de extratos da casa da aroeira. O estudo está publicado em https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1002/cbdv.201800303.

A seleção do mestrado em Atenção Integral à Saúde está com processo seletivo aberto para inscrições até o dia 12 novembro. https://www.unijui.edu.br/estude/mestrado-e-doutorado/saude.

Fonte: UNIJUI