O Centro Estadual de Vigilância em Saúde confirmou hoje, 24, um caso de dengue no município de Panambi. É o primeiro caso autóctone, ou seja, doença contraída dentro do Estado, e confirmado neste ano. Além deste, outros três casos de dengue foram também confirmados.

Um deles é de uma pessoa que mora em São Luiz Gonzaga e outros dois, do município de Sete de Setembro. Porém, essas três últimas situações são de pessoas que contraíram a doença em viagens a outras regiões. Nos quatro casos confirmados, um autóctone e três importados, os municípios já iniciaram ações de bloqueio, que consistem na aplicação de larvicida, além da busca ativa de focos de larvas do mosquito Aedes aegypti.

A chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica do CEVs, Tani Ranieri, ressalta que as três cidades fazem parte da região Noroeste, onde há maior incidência de municípios considerados infestados (que identificaram a presença de focos de larvas do Aeds aegypti nas ações de busca ativa, ao menos uma vez nos últimos 12 meses).

“ Ao todo, 319 cidades gaúchas atendem a esses critérios para serem classificados como sendo infestados pelo mosquito. Isso significa que, caso alguém venha de fora coma doença, nesses municípios pode haver o contágio de mais pessoas, pois ali a presença identificada do mosquito transmissor”, destaca Tani.

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí