O governo do Rio Grande do Sul espera receber, em breve, inspeção do Ministério da Agricultura com objetivo de avaliar o fim da obrigatoriedade da vacinação de bovinos e bubalinos contra a febre aftosa. Semana passada, a direção da secretaria da Agricultura gaúcha realizou reunião, em Ijuí, com as Coordenadorias Regionais da Agricultura de Ijuí, São Luiz Gonzaga e Santa Rosa.

O supervisor da Coordenadoria da Agricultura de Ijuí, Emilio Stum (foto), disse que o encontro teve objetivo de preparar esses órgãos regionais, também as Inspetorias Veterinárias, para visitação de técnicos vinculados à união. Frisou que a perspectiva é que até março deste ano aconteça sorteio também das propriedades rurais que vão receber inspeção, e o respectivo começo da visitação.

A obrigatoriedade da imunização contra a aftosa começou após os casos da doença em Jóia e região, há cerca de 20 anos, que resultou na morte de muitos animais.

Fonte: Rádio Progresso