Rádio Mundial

Notícia

A importância da audição para o desenvolvimento infantil
A importância da audição para o desenvolvimento infantil - Imagem de vwalakte no Freepik

* Psicopedagoga Luciana Brites, CEO do Instituto Neurosaber

 

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 5% da população brasileira sofre com algum tipo de deficiência auditiva. A audição é um dos sentidos mais importantes para o desenvolvimento e aprendizado das crianças, pois ela desempenha um papel crucial na forma como elas percebem o mundo ao seu redor e evoluem.

 

A audição é um dos principais canais de aprendizado e comunicação para as crianças desde o nascimento, pois elas começam a reconhecer sons, palavras e padrões de fala, o que é crucial para o desenvolvimento da linguagem, alfabetização, habilidades sociais e cognitivas.

 

Além disso, ela também é um dos principais meios pelos quais as crianças desenvolvem habilidades sociais, como a capacidade de compreender as emoções e intenções nas vozes das pessoas ao seu redor. Portanto, o processamento auditivo está intimamente ligado ao desenvolvimento de habilidades cognitivas, como a memória e a atenção.

 

Alguns riscos podem prejudicar a audição e, como resultado, afetar o desenvolvimento dos pequenos. Por exemplo, a exposição aos ruídos altos. Ambientes barulhentos, festas e brinquedos de volume elevado podem expor a criança aos níveis prejudiciais de ruído, podendo resultar em danos auditivos.

 

Infecções de ouvido também podem ser prejudiciais. Infecções frequentes podem afetar a audição e o desenvolvimento da fala. O uso inadequado de fones de ouvido também pode ser prejudicial. Utilizar dispositivos com fones de ouvido com volume excessivo pode causar perda auditiva ao longo do tempo.

 

Fatores genéticos e dificuldades congênitas também podem influenciar. Algumas condições de saúde têm uma base genética, sendo essencial identificá-las precocemente para intervenções apropriadas.

 

A audição é uma excelente ferramenta que ajuda a aprender, a falar, a entender emoções e a se divertir. Logo, devemos evitar barulhos muito altos, manter os ouvidos limpos e usar fones de ouvido com cuidado, além de monitorar seu desenvolvimento. Portanto, cuidar da audição é um jeito de garantir que as crianças cresçam felizes e saudáveis.

(*) Luciana Brites é CEO do Instituto NeuroSaber, autora de livros sobre educação e transtornos de aprendizagem, pedagoga, palestrante, especialista em Educação Especial na área de Deficiência Mental e Psicopedagogia Clínica e Institucional pela UniFil Londrina e em Psicomotricidade pelo Instituto Superior de Educação ISPE-GAE São Paulo, além de ser Mestra e Doutoranda em Distúrbios do Desenvolvimento pelo Mackenzie. Instituto NeuroSaber https://institutoneurosaber.com.br

Fonte: Instituto NeuroSaber