Rádio Mundial

Notícia

HCI tem projeto de construção de uma nova UTI Pediátrica e deve apresentar nos próximos dias

A  portaria do Ministério da Saúde nº 930, do dia 10 de maio de 2012 diz que a atual configuração de UTI mista, ou seja, neoanatal e pediátrica não podem ser atendidas pela mesma equipe e precisam ficar separadas. O prazo de adequação era até março deste ano, mas foi prorrogado até Novembro próximo. As mudanças propostas de regionalização, que envolvem os hospitais Vida e Saúde de Santa Rosa, Santo Ângelo e HCI foram feitas pela própria Secretaria Estadual da Saúde, que “compra” este serviço especializado dos hospitais filantrópicos. No HCI, atualmente são 10 leitos, sendo 4 pediátricos e 6 neonatais.  

Conforme o presidente do HCI Claudio Matte Martins, a instituição filantrópica macrorregional, tem uma proposta de construção de uma nova UTI Pediátrica, dentro dos padrões exigidos pela portaria do MS e com investimentos da Secretaria Estadual da Saúde, conforme conversações já acordadas com os gestores do Estado. 

“Assim que a portaria foi publicada, estamos buscando alternativas para manter e ampliar os leitos de recém nascidos e pediátrico aqui no HCI. O projeto de construção de uma nova UTI Pediátrica com 10 novos leitos está na fase final de elaboração e será entregue em mãos ao secretário Ciro Simoni nos próximos dias. Vamos garantir estes recursos junto ao Governo do Estado e assim nos adequarmos diante da portaria e fazermos o mais importante continuar a salvar vidas”, explica o  presidente Matte Martins.  

Outra preocupação da Diretoria do HCI é quanto a formação de uma nova equipe de profissionais especializada em tratamento intensivo, pois é fato que a mesma equipe do HCI também cuida de UTIs de outros hospitais, por tanto, existe uma defasagem de mão-de-obra especializada, diante da nova configuração. “Vamos com serenidade e diálogo construir o melhor caminho. É tempo de convergência e bom senso, pois temos a responsabilidade de buscar o melhor para nossos usuários da macrorregião”, finaliza Cláudio Matte Martins.

Fonte: Assessoria de Comunicação HCI

Data da publicação: 2013-08-27