Rádio Mundial

Notícia

HOSPITAL UNIMED RETOMA PROCEDIMENTOS ELETIVOS, MAS MANTÉM VIGILÂNCIA QUANTO AO ABASTECIMENTO DE INSUMOS
IMG_0666

O Hospital Unimed Noroeste/RS vai retomar, de forma cautelosa, a realização de procedimentos e exames de endoscopia e colonoscopia eletivos a partir desta segunda-feira, 13. A alteração nos atendimentos nesta semana ocorreu por medida de contingência em razão do desabastecimento de insumos hospitalares, reflexo da catástrofe climática que acomete o Rio Grande do Sul, cujas consequências devem ainda se estender. Tais decisões atendem também aos apelos das autoridades públicas do Estado.

A instituição comunica que, mesmo considerando o período de excepcionalidade e de calamidade pública no Estado, as cirurgias oncológicas serão prioritárias. Com relação aos medicamentos quimioterápicos, a aplicação é realizada de acordo com a disponibilidade de insumos, sempre observando contato prévio com os pacientes.

O diretor técnico do Hospital Unimed, médico Rodrigo Alessandro Rodrigues da Silva, esclarece que “o estoque é monitorado diariamente e medidas preventivas podem ser adotadas a qualquer momento”, com foco direcionado ao pleno atendimento de serviços essenciais, como urgências, emergências e à assistência a pacientes internados nas UTIs e unidades clínicas. “Nossa atenção está voltada para a segurança e a garantir a manutenção da vida”, afirma o dirigente. Com relação ao Pronto Atendimento/Emergência, a recomendação é de que seja procurado apenas em casos realmente necessários. Do contrário, orienta-se consultar um médico assistente.

Em comunicado divulgado na tarde desta sexta-feira, 10, o Hospital Unimed Noroeste/RS assegurou que “não mede esforços para o restabelecimento total de suas atividades no menor tempo possível. Dirigentes e equipe técnica seguem vigilantes, analisando o cenário estadual e buscando alternativas junto a fornecedores para o abastecimento da instituição com os insumos necessários”. A Unimed Noroeste/RS expressa profunda solidariedade aos atingidos pelas enchentes e suas imensuráveis consequências.

Fonte: Núcleo de Marketing e Comunicação Unimed Noroeste/RS