Rádio Mundial

Notícia

Palestras mostram uma revolução na arquitetura com cidades flutuantes e uma nova forma de pensar o meio ambiente
unnamed (5)

Novas paisagens urbanas e a necessidade de uma nova mentalidade quando se pensa em construção e urbanização foram algumas das reflexões trazidas durante a tarde na programação do 6º Congresso Latino Americano de Steel Frame e Sistemas Construtivos Industrializados. Esses temas não apenas ressaltam a urgência de repensar a maneira como construímos, mas também realçam a necessidade de priorizar a sustentabilidade em todos os aspectos da construção, desde os materiais utilizados até o planejamento urbano. 

O painel “Sustentabilidade: o planeta e novos caminhos” trouxe a jornalista Sônia Bridi, que apresentou uma palestra inspirada na série “Planeta Terra, Lotação Esgotada” série, exibida no programa Fantástico. A jornalista fez uma provocação para que o público reflita, sobre o padrão de consumo que queremos alcançar, para ter um planeta sob controle.

“É uma temática que está completando dez anos e continua muito atual que é a questão desse grande dilema que vivemos: como satisfazer as necessidades de cada habitante desse planeta? Se não fizermos o possível para melhorarmos as condições climáticas e as deixando no menor patamar possível, vamos extinguir pelo menos um terço das espécies existentes no planeta”, alertou.

Cidade Flutuante nas Maldivas

Um dos cases que mais chamou a atenção do público foi o projeto de construção da primeira cidade flutuante do mundo nas Maldivas, um exemplo notável de arquitetura inovadora. Elaborada em resposta aos desafios das mudanças climáticas e ao aumento do nível do mar que ameaça as ilhas do país, é composta por uma série de ilhas artificiais interconectadas, construídas utilizando técnicas de construção em Light Steel Frame. A palestra do arquiteto Koen Olthuis, dono do escritório de arquitetura holandês Waterstudio, mostrou detalhes da concepção do projeto que foi finalista do prêmio Melhor Projeto Futuro, no MIPIM Awards 2022, um dos mais relevantes do setor de desenvolvimento global. O palestrante falou inicialmente do conceito em urbanismo, sendo a possibilidade, por exemplo, de alterar configurações de uma cidade, por meio de construções flutuantes. Também mostrou cases possíveis de grandes centros de eventos e estádios flutuantes que podem ser movidos de um lugar para o outro, dispensando investimentos bilionários em infraestrutura. Ao final, detalhou condições e premissas que precisam ser cumpridas para tornar os projetos realidade.

“A proposta é que a estrutura não afete a vida marinha, ao contrário: com a disposição de elementos naturais na parte inferior será possível até mesmo atrair animais e dar condições iguais ao do habitat natural deles”, afirmou.

Waterstudio: Soluções Flutuantes para Habitação Social

A aplicação do conceito de arquitetura flutuante foi também apresentada com o propósito de atender a demandas de habitações sociais. Anna Vendemia, arquiteta da Líder Inteligência Artificial WaterStudio, mostrou como é possível desenvolver estruturas capazes de sanar um dos maiores desafios do planeta que é a dificuldade de moradia.

“As alterações climáticas trouxeram muitos desafios para comunidades. Além disso, o crescimento da população nos trazem claros casos de marginalização urbana”, disse.

Em parceria com a ONG TETO , indústria brasileira expõe casa feita com blocos de plástico 100% reciclável

A novidade está sendo trazida pela Fuplastic – indústria 100% brasileira com soluções inteligentes e sustentáveis para construção civil – que transforma plástico reciclado em produtos sustentáveis e revolucionários, como os blocos modulares. A “casa” ecossustentável tem cerca de 36 m² e ressignificou cerca de duas toneladas de plástico retiradas do meio ambiente e foi feita com base nas moradias construídas com a TETO, em comunidades precárias de São Paulo, nas quais muitas famílias ainda vivem em barracos feitos de lona e chão de terra batida.

“A Moradia Semente Eco Sustentável foi uma das grandes inovações da TETO Brasil esse ano. Uma inovação que não seria possível sem o apoio da Fuplastic e que por isso queríamos muito trazer para o Congresso. Temos certeza que esse projeto pode nos ajudar a aumentar muito e de forma rápida e sustentável o nosso impacto, levando moradias mais dignas para muito mais famílias e comunidades”, comenta Stella Araújo, gerente Nacional de Parcerias e Captação de Recursos da TETO Brasil.

Serviço

O que: 6º Congresso Latino Americano de Steel Frame e Sistemas Construtivos Industrializados
Quando: Dias 19 e 20 de outubro de 2023
Onde: Distrito Anhembi (Auditório Celso Furtado – Avenida Olavo Fontoura, 1209, São Paulo)
Realização: Take Comunicação e Eventos
Contato: (55 11 98559-5353) / atendimento@congressosteelframe.com.br

Redação e Coordenação: Marcelo Matusiak