Rádio Mundial

Notícia

Produção de motos cresce 13,9% no primeiro semestre no Brasil e chega ao melhor resultado em oito anos
industrias

A produção de motos cresceu 13,9% no primeiro semestre de 2023 no Brasil, na comparação com os primeiros seis meses de 2022, atingindo um total de 764.271 novas unidades, de acordo com levantamento divulgado nesta segunda-feira (10), pela Abraciclo, a associação que representa as montadoras de veículos de duas rodas instaladas no polo industrial de Manaus (AM). É o melhor primeiro semestre em oito anos, de acordo com a associação.

Em junho, foram produzidas 95.274 unidades, recuo de 6,3% em relação ao mesmo mês de 2022. A projeção da Abraciclo é que, até o final do ano, sejam produzidas 1,56 milhão de novas unidades, o que representaria alta de 10,4% em relação a 2022.

“O cenário é positivo e, se as projeções forem confirmadas, devemos retomar o nível de produção observado em 2014”, destacou nesta segunda-feira, 10, o presidente da Abraciclo, Marcos Antonio Bento, durante apresentação dos números do semestre. Ele destacou o crescimento dos serviços de entrega (delivery) e a continuidade do custo-benefício por quilômetro rodado como vetores de impulsionamento para o setor de motos no País.

Durante a apresentação do balanço, Bento ainda elogiou a aprovação da Reforma Tributária pela Câmara dos Deputados na última quinta-feira, 6, destacando a importância da garantia constitucional de manutenção da Zona Franca de Manaus até 2073.

“Isso garante a competitividade da indústria, colabora muito com o desenvolvimento socioeconômico regional e, principalmente, com a preservação ambiental da região da Amazônia”, afirmou o presidente da entidade. “A segurança jurídica é importante também para a atração de novos investimentos”, emendou.

De acordo com a Abraciclo, desde o início do ano, já foram emplacadas 780.070 motocicletas no País, um aumento de 22,6% em relação ao mesmo período de 2022. Só em junho, foram 140.387 emplacamentos, aumento de 16,2% na comparação com junho de 2022. A média diária de vendas em junho, que teve 21 dias úteis, foi de 6.685 motocicletas, segundo a associação.

A projeção da Abraciclo é que, até o final do ano, o número de licenciamentos atinja 1,511 milhão de unidades, um crescimento de 10,9% em relação ao ano passado. Já para as exportações, a estimativa é de recuo de 11,5% na comparação com 2022, com embarque previsto de 49 mil unidades.

Por Redação O Sul

Crédito Foto: José Paulo Lacerda/CNI/Divulgação