Rádio Mundial

Notícia

Abdominoplastia masculina: cada vez mais procurada
abs

Nos últimos anos, o universo masculino tem mostrado um crescente interesse em procedimentos estéticos. Esta mudança é refletida não apenas nos números, mas também nas salas de cirurgia, onde cada vez mais homens optam por melhorar sua aparência e autoestima. Entre os procedimentos mais procurados, destaca-se a abdominoplastia masculina, um aliado na busca por um abdômen mais firme e definido.

Interesse masculino

Os homens, assim como as mulheres, também enfrentam questões relacionadas à autoimagem e ao envelhecimento. A exposição nas redes sociais, a busca por um padrão estético e o desejo de se sentir bem consigo mesmo são alguns dos motivos que têm levado o público masculino a considerar as cirurgias plásticas.

O avanço nas técnicas cirúrgicas e a diversificação dos procedimentos disponíveis também contribuem para este aumento na procura. Há ainda uma maior aceitação social e menos estigma associado aos homens que decidem passar por um procedimento estético.

Para quem é indicada?

A abdominoplastia é um procedimento cirúrgico que visa retirar o excesso de pele e gordura do abdômen, proporcionando um contorno mais definido e harmonioso. Em homens, ela é frequentemente procurada por aqueles que passaram por uma grande perda de peso ou que, com o passar dos anos, notaram uma flacidez na região abdominal.

A cirurgia é especialmente indicada para pacientes que possuem um acúmulo de pele no abdômen que não é eliminado com exercícios físicos ou dietas. É importante ressaltar que a abdominoplastia não é um método de emagrecimento, mas sim de contorno corporal.

Cuidados

A abdominoplastia masculina é realizada sob anestesia geral. Durante o procedimento, é feita uma incisão horizontal acima da região pubiana, que pode se estender até as laterais, dependendo da quantidade de pele a ser retirada. Através dessa incisão, o cirurgião retira o excesso de pele e gordura, podendo também reforçar a musculatura abdominal.

Após a cirurgia, é comum o uso de drenos para eliminar líquidos e evitar o acúmulo de seroma. O uso de cintas compressivas também é recomendado, auxiliando na redução do inchaço e na melhor adaptação da pele.

Riscos

Como todo procedimento cirúrgico, a abdominoplastia possui riscos associados, como infecções, seromas, hematomas e alterações na cicatrização. No entanto, ao escolher um cirurgião plástico qualificado e seguir todas as recomendações pós-operatórias, esses riscos são minimizados.

A cicatriz resultante da abdominoplastia tende a ser discreta e pode ser facilmente escondida por roupas. Com o tempo, ela tende a clarear, tornando-se ainda menos perceptível.

O período pós-operatório requer alguns cuidados, como evitar esforços físicos, seguir uma alimentação equilibrada e usar as cintas compressivas pelo tempo indicado pelo cirurgião.

Por Redação O Sul

Foto: Reprodução