Rádio Mundial

Notícia

Docente da Unijuí atua como professor visitante na Universidade do Minho, em Portugal
Capa viagem

O docente do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Sistemas Ambientes e Sustentabilidade (PPGSAS) e do curso de Agronomia da Unijuí, Roberto Carbonera, atuou como professor visitante na Universidade do Minho (UMinho), em Braga, Portugal, entre os dias 8 e 19 de janeiro. O professor pôde abordar temas da agricultura e sustentabilidade, bem como verificar as novas tendências atuais na Europa sobre ciências e tecnologias alimentares.

Segundo ele, o período em que atuou como professor visitante foi importante para o aperfeiçoamento pessoal e profissional, além de fortalecer as relações entre o grupo de pesquisa de Micologia Aplicada da Universidade de Minho e o grupo de pesquisa em Ambiente, Sociedade e Sustentabilidade da Unijuí.

O docente também visitou as estruturas da Universidade e encontrou outros professores do Centro de Educação. Ele também entregou cópias do livro elaborado pelo  PPGSAS sobre Meio Ambiente e Sustentabilidade para autores de capítulos, em especial, à professora Teresa Vilaça da UMinho e à egressa do PPGSAS da Unijuí, a mestra Jéssica Bronzatto Melo, que está morando e trabalhando na cidade do Porto. Também encontrou a professora Vidica Bianchi e Diovana Machado da Silva, que realizaram intercâmbio em Educação Ambiental.

O responsável pelo acolhimento ao professor da Unijuí em Portugal foi o doutor Nelson Lima, o qual foi palestrante no IV Seminário Internacional sobre Ciências Agrárias e Ambientais: em busca da Sustentabilidade, que ocorreu em 2021, ocasião em que abordou o tema “Contributos dos recursos microbianos para uma agricultura e alimentação sustentável”.

A Universidade do Minho abriga o Centro de Recursos Microbianos (CRmB), conceito mais evoluído para as coleções de culturas microbianas por incorporar sistemas de gerenciamento de qualidade e quadros legais de funcionamento, que atualmente são centrais para uma política de sustentabilidade. Possui capacidade de fornecer recursos microbiológicos para aplicações científicas, industriais, na agricultura, ambiente, na medicina e em I&D.

Fonte: Comunica Unijuí