Rádio Mundial

Notícia

Entenda por que suco de limão e refrigerantes podem causar falsos positivos em alguns exames
scucolima

Suco de limão, refrigerante e outras bebidas podem ser usados indevidamente para fabricar falsos positivos em certos testes, como os de fluxo lateral. Essa informação começou a circular durante a pandemia, quando alunos do Reino Unido supostamente usavam esse truque para falsificar resultados de testes caseiros e faltar às aulas. No entanto, há evidências de que isso também funciona em outros testes, como os de gravidez.

Um estudo publicado no International Journal of Infectious Diseases testou se era possível falsificar resultados em testes caseiros de covid-19 usando diversas bebidas, como refrigerantes, energéticos, vodca e uísque. Surpreendentemente, todos geraram resultados positivos. Essa não é a única pesquisa que chegou a essa conclusão. Outro estudo publicado no mesmo ano realizou um experimento similar.

Os testes de fluxo lateral são dispositivos simples destinados a detectar a presença de uma certa substância em uma amostra líquida sem a necessidade de equipamentos especializados, como os testes caseiros de covid e de gravidez, por exemplo. No caso dos testes de covid, a substância-alvo é uma proteína encontrada na partícula do vírus, e no de gravidez, um hormônio específico.

Ao aplicar a amostra líquida no teste, ela será absorvida por um papel e eventualmente chegará a uma tira, chamada de linha T, coberta por anticorpos para detectar a substância-alvo. Esses anticorpos também estão ligados a nanopartículas de ouro (partículas minúsculas que, na verdade, parecem vermelhas), o que nos permite ver onde os anticorpos estão no dispositivo.

Se a substância-alvo estiver na amostra, os anticorpos marcados com ouro na linha T se ligarão a ela e ficarão vermelhos, indicando a sua presença.

Porém, a substância-alvo desses testes não seria encontrada em refrigerantes e sucos, ou qualquer outra bebida. Então por que isso acontece?

A resposta pode ter a ver com a acidez dessas bebidas. O suco de limão e refrigerantes apresentam caráter ácido, o que ajuda a desestabilizar os anticorpos na linha T. Desnaturada, a proteína quebrada se acumula na linha T do dispositivo e se torna vermelha.

No entanto, é possível verificar se um teste foi adulterado. Especialistas dizem que lavando a linha com a solução de controle que vem com o dispositivo, os anticorpos imobilizados na linha T recuperarão sua função normal e liberarão as partículas de ouro, revelando o verdadeiro resultado. As informações são do jornal O Globo.

Por Redação O Su