Rádio Mundial

Notícia

Entidades médicas unem esforços para enfrentar desafios das enchentes no RS
IMG-8405

AMRIGS, CREMERS e SIMERS coordenam ações que passam pelo atendimento médico, logística de doação de medicamentos e suporte às famílias afetadas pela tragédia climática

Na tarde desta quarta-feira, 08 de maio, representantes de entidades médicas do Rio Grande do Sul se reuniram na sede do Sindicato Médico do RS (SIMERS) para alinhar ações de suporte à crise instaurada pelas cheias no estado. Além do SIMERS, participaram do evento a Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS), o Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Sul (CREMERS) e a Secretaria Estadual de Saúde.

As principais preocupações estão relacionadas à organização logística do trabalho voluntário de milhares de médicos não apenas do Rio Grande do Sul, mas de todo o país, além da coordenação eficiente das contribuições para garantir que cheguem rapidamente aos necessitados, incluindo alimentos, roupas e medicamentos.

Outra questão citada foi a preocupação com a assistência médica nos espaços que estão sendo montados provisoriamente para acolher as famílias desalojadas. O município de Porto Alegre começou com 30 abrigos e hoje conta com aproximadamente 200 locais de acolhimento.

“A AMRIGS tem sido um ponto importante para o recebimento e distribuição de auxílios para a comunidade. A solidariedade tem impressionado. Recebemos uma ampla gama de contribuições, desde roupas e alimentos até medicamentos em grande escala. O apoio de 150 voluntários tem sido fundamental para garantir a eficiência dessas operações no centro de recepção”, explicou o presidente da entidade, Dr. Gerson Junqueira Jr.

Há também uma organização operacional da Associação Médica no gerenciamento médico de pacientes que chegam em locais estratégicos da cidade como Pontal do Barra, Gasômetro e Viaduto da Dom Pedro, em parceria com a Unimed Porto Alegre e a SOS Unimed. Médicos que querem ser voluntários nos pontos de resgate devem entrar contato através do link www.bit.ly/medicosRS

A atribuição central do SIMERS é voltada ao cadastro de médicos voluntários. Já o CREMERS concentra esforços na flexibilização das prescrições de medicamentos de uso contínuo, especialmente medicamentos controlados, em ação conjunta com o Conselho Regional de Farmácia, além de continuar sendo um ponto de recebimento de doações.

Outra iniciativa que está sendo desenvolvida e que entrará no ar nos próximos dias é o fortalecimento de atendimentos médicos por telemedicina, através de uma parceria com uma startup da área médica. Ainda está prevista uma operação unificada em todo o país de centralização de doação em recursos financeiros para auxílio na reconstrução das estruturas de saúde do estado.

 

Sobre a AMRIGS

A Associação Médica do Rio Grande do Sul é uma organização sem fins lucrativos voltada para a atualização do conhecimento técnico-científico e para a realização de debates científico-culturais relacionados à saúde, à Medicina e à vida profissional. Desde o momento de sua fundação em 1951, a AMRIGS integra a vida do médico em todas as etapas da profissão, tendo como objetivos:

Fomentar a ciência e a cultura médica;
Promover a defesa profissional;
Fortalecer o associativismo e a representatividade médica;
Ser influenciadora como entidade protagonista de ações em prol da saúde.

Fonte: Marcelo Matusiak – Amrigs