Rádio Mundial

Notícia

Laboratórios do sul iniciam aplicação da nova vacina contra dengue na próxima semana
ivoc-seringa-injecao-vacina-Esbenklinker-1000x563-1-e1687519874447.jpg

A Dasa, maior rede de saúde integrada do Brasil, começa a oferecer a nova vacina contra a dengue, a QDENGA, a partir de julho em mais de 30 marcas espalhadas pelo país, inclusive as localizadas nas regiões sul como Maringá, Porto Alegre, Florianópolis, entre outras.

A nova vacina é o único imunizante contra a dengue aprovado no Brasil para utilização independentemente da exposição anterior à doença e sem necessidade de teste pré-vacinação. Desta forma, ele se diferencia da Dengvaxia, aprovada anteriormente pela Anvisa, que é recomendada apenas a quem já foi infectado pelo vírus. O novo imunizante protege contra os quatro sorotipos de dengue.

A QDENGA é administrada em duas doses, com intervalo de 3 meses entre as aplicações, e pode ser realizada em pessoas entre 4 e 60 anos de idade. A aplicação nos laboratórios da Dasa pode ser agendada também via atendimento móvel.

“Certamente a nova vacina contra a dengue se tornará uma ferramenta valiosa na luta contra essa enfermidade e desempenhará um papel fundamental na prevenção e controle da manifestação do vírus. A disponibilidade de uma vacina que não necessita de uma sorologia positiva é uma ótima notícia nesse combate. Ao receber a vacina, nosso sistema imunológico é estimulado a produzir uma resposta de defesa contra os quatro diferentes sorotipos do vírus da dengue. Isso nos confere uma proteção essencial contra a doença, diminuindo a probabilidade de desenvolver sintomas graves ou complicações relacionadas à dengue”, explica Dra. Myrna Campagnoli, diretora médica de análises clínicas.

A eficácia geral é de 84,1% a partir de 30 dias do esquema de 2 doses, enquanto a eficácia contra as formas que requerem hospitalização é de 90,4%. Os índices foram obtidos por 19 estudos de fases 1, 2 e 3 com mais de 28 mil crianças e adultos, incluindo um estudo com seguimento de dados clínicos por 4,5 anos. Decorridos 4,5 anos do esquema vacinal, a eficácia contra as formas que requerem hospitalização se mantém alta, em 84,1%.

A nova vacina é feita com vírus vivo atenuado, portanto não é recomendada para pessoas com alguma condição de imunossupressão, gestantes e lactantes. Por outro lado, quem já recebeu a Dengvaxia pode tomar o novo imunizante, idealmente seis meses após a última dose.

Sobre a Dasa

A Dasa é a maior rede de saúde integrada do Brasil. Faz parte da vida de mais de 23 milhões de pessoas por ano, com alta tecnologia, experiência intuitiva e atitude à frente do tempo. Com mais de 50 mil colaboradores e 250 mil médicos parceiros, existe para ser a saúde que as pessoas desejam e que o mundo precisa, estando presente em cada etapa de cuidado.

Acredita que para cuidar sempre é preciso cuidar por inteiro. Por isso, olha para a gestão da saúde de um jeito preventivo, preditivo e personalizado. Integra medicina diagnóstica, hospitais, genômica, oncologia, coordenação de cuidado, pronto atendimento, imunização e telemedicina, pesquisa clínica e ciência. Ao todo, conta com 15 hospitais referências (considerando rede própria, crescimentos inorgânicos e os deals que ainda estão sob aprovação dos órgãos reguladores), e mais de 59 marcas entre medicina diagnóstica e hospitais, distribuídas em mais de mil unidades no Brasil.

A Dasa garante uma navegação ágil, descomplicada e sem atritos na jornada da saúde, tanto para pacientes quanto para médicos, por meio da sua plataforma de gestão de saúde digital, o Nav. Além disso, oferece soluções integradas e inovadoras de saúde corporativa, por meio do Dasa Empresas.

Somos Dasa e somos para toda a vida. Para mais informações, acesse: www.dasa.com.br