Rádio Mundial

Notícia

Sistema Estadual de avaliação participativa é foco de reflexão na 36ª CRE

A 36ª CRE reuniu, nesta quinta feira, as equipes diretivas das escolas de sua abrangência para dar continuidade aos Encontros de Formação Continuada referentes ao Sistema de Avaliação Participativa (SEAP). Sistema esse, em curso desde o ano de 2012, em que a escola se auto avalia em seis dimensõestraduzidas em cinquenta indicadores. Este é uma política que visa a qualificação da escola em seus amplos aspectos, analisando-a em sua totalidade, envolvendo os diferentes segmentos, para que o diagnóstico realizado contemple os vários olhares que constituem a realidade escolar.

                No período da manhãfoi abordada a temáticaAvaliação institucional, significados, processos: experiência da UNIJUI pela Vice-reitora da UNIJUI,Profª. Dra. Cátia Nehring. Em sua reflexão a mediadora trouxe a responsabilidade social dos gestores na qualificação da educação. Iniciou a sua fala, pontuando a importância de os gestores compreenderem a avaliação como uma condição inerente ao planejamento. Contextualizou os processos de avaliação em larga escala e os Sistemasinstituídos a partir da legislação nacional como políticas de estado para orientar planejamentos estratégicos com vistas a qualidade social da educação nas várias esferas. A leitura feita pela professora Cátia evidencia que pela análise das dimensões e indicadores do SEAP é possível chegar mais perto do que caracteriza a realidade escolar, e, com esses elementos, planejar ações a partir de focos prioritários a cada tempo.

Da experiência com a avaliação institucional da UNIJUI, que tem uma história significativa, apresentou as mudanças ocorridas no tempo e os significados e aprendizagensrealizados, e , com propriedade de quem tem conhecimento e vivência em avaliação institucional, diz “ Gestores, é preciso identificar potencialidades e fragilidades, gastar energia no que precisamos mudar.  Saber analisar e escolher alguns pontos cruciais que precisamos mudar. É isso que vai orientar as mudanças que se fazem necessárias.

                Na parte da tarde o encontro foi direcionado às Equipes Pedagógicas do Ensino Médio Politécnico e Médio Integrado, com o objetivo de sistematizar a Exposição apresentada pelas escolas sobre o Plano Pedagógico Didático de Apoio aos resultados do 2º trimestre, num processo de monitoramento e acompanhamento dos resultados obtidos. Refletiu-se sobre o novo sistema de avaliação do Ensino Médio, orientando o fechamento do ano e esclarecendo as eventuais dúvidas.  No segundo ponto de Pauta, foramtrabalhadas orientações da SEDUC, referentes ao desenvolvimento de Ensino Religioso como componente curricular optativo ao aluno e de oferta obrigatória pela escola, orientado na legislação vigente.

 

Fonte: 36ª CRE

Data da publicação: 2013-11-08